quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Maravilha das maravilhas: Louis Vuitton em Curitiba





Imagine que maravilha ser atendida em sua própria língua, por uma vendedora excepcionalmente bem treinada, linda feito uma modelo internacional, que sabe exatamente que se no Brasil você calça 37, na Europa seu número é 38. Mas... pra seu conforto, a loja trabalha com meias numerações, também.

Eu experimentado um open toe sexy
Ela trás pra você o sapato que você escolheu e mais um outro, que ela tem certeza que você vai amar e para tirar os pares da caixa, ela veste uma luva! Sim, uma luva!
Cenário perfeito? Totalmente, e nele, eu, dentro da Louis Vuitton de Curitiba, primeira loja da marca no Sul do Brasil.
O preço, claro, é mais caro do que aquele que você pagaria em Paris (no meu caso, o par que custa €$500 lá, aqui é R$ 2300), mas com a vantagem de parcelar no cartão em até 4X, coisa que não podemos fazer quando estamos no exterior. E com a alegria da vendedora falar português e você poder perguntar - e entender - tudo sobre o modelo, as opções, o pagamento.
Um parênteses: apesar do salto altíssimo, o modelo "Pump Oh Really" em salto agulha dourado com fecho Louis Vuitton atrás (o famoso cadeado) é de um conforto absurdo! Eu experimentei a cor Marine e ele é feito de couro de cabrito acamurçado (um luxo, óbvio!).
Experiência única, prazer igualmente único. E tem um par de cada numeração somente.

A Louis Vuitton abriu suas portas em Curitiba, ao meio-dia de terça-feira, 10 de setembro, no mesmo horário em que o novo Pátio Batel abriu, pela primeira vez, suas portas ao público curitibano.
A inauguração contou com a presença da Presidente e CEO para as Américas, Valérie Chapoulaud-Floquet, e o Diretor Geral para o Brasil, Chile e Uruguai, Marc Sjostedt. O horário também foi escolhido para receber a imprensa e responder perguntas.
Mais tarde, o público foi recepcionado com palestra contando a história da marca, e à noite, a top model Isabeli Fontana esteve presente.




Em Curitiba são encontradas todas as coleções de bolsas, malas, acessórios e sapatos para homens e mulheres, tudo separado em elegantes áreas (por exemplo, a ala masculina abusou da decoração com madeiras mais escuras). Tem até uma seção especial com couros igualmente especiais (pra gente enlouquecer de paixão, mesmo!).
Já na entrada, de cara, as edições coloridas de bolsas da Louis Vuitton. A bolsa Nerverfull (R$ 5200) tem até seis cores, e na entrada, "posa" junto com as bolsas Noe (R$ 4250) e as mini bolsas Alma BB (R$ 3800), também coloridas. Eu me apaixonei pela cor Citron (que é um amarelo bandeira), mas tem até 'fuchsia' (entre o bordô e o pink escuro). Lindas demais.
Nos acessórios femininos, uma infinidade de modelos de óculos e também muitas opções de lenços e echarpes.
A equipe de atendimento, como comentei no começo, é tão bonita e perfeita quanto a própria coleção da marca e como não poderia deixar de ser, extremamente atenciosa e bem treinada.
A loja também promete ter surpresas a cada semana. Embora já estejam disponíveis muitas opções de modelos, a ideia é ter sempre algo novo a apresentar ao público. Então, quem esteve na loja numa semana, na seguinte, com certeza, vai encontrar novidades.
Sucesso garantido! Visite e acompanhe!







Postar um comentário