terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Inscrições para cursos do Senai prosseguem até 18 de janeiro



São mais de 5.100 vagas para 26 diferentes cursos em todas as regiões do Paraná. Podem se inscrever jovens e trabalhadores de toda a comunidade. Aulas começam em fevereiro

Os interessados em fazer um curso técnico de nível médio do Senai podem se inscrever para o processo seletivo até dia 18 de janeiro. São mais de 5.100 vagas, em 30 municípios, para 26 diferentes cursos em áreas como automação, construção civil, automotiva, eletroeletrônica, metalmecânica, madeira e mobiliário, segurança do trabalho e têxtil e vestuário. As aulas começam dia 4 de fevereiro.
Os cursos são voltados a jovens e trabalhadores de toda a comunidade, que estejam no último ano ou que tenham concluído o ensino médio. As inscrições para o processo seletivo podem ser feitas diretamente nas unidades do Senai ou pelo site www.pr.senai.br/cursostecnicos.
Em Curitiba e Região Metropolitana, há vagas nas unidades Boqueirão, Cidade Industrial e Jardim Botânico (capital), Araucária, Campo Largo, Paranaguá, Rio Negro e São José dos Pinhais.
Nos Campos Gerais, os estudantes podem se inscrever para cursos em Guarapuava, Irati, Jaguariaíva, Ponta Grossa, Telêmaco Borba e União da Vitória.
No Noroeste, há vagas para Campo Mourão, Cianorte, Maringá, Maringá-CTM, Paranavaí e Umuarama. Já na região Norte, as vagas são para cursos em Apucarana, Arapongas, Londrina, Rolândia e Santo Antônio da Platina.
Na região Oeste e Sudoeste, os estudantes podem se inscrever para cursos em Ampére, Cascavel, Dois Vizinhos, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Palmas, Pato Branco e Toledo.

Valorização – O estudo Mapa do Trabalho Industrial 2012, realizado pelo Senai e divulgado em setembro deste ano, mostra a intensa valorização, pelo mercado, de trabalhadores de nível técnico. O estudo mostra que o Brasil terá de formar 7,2 milhões de trabalhadores em nível técnico e em áreas de média qualificação para atuarem em profissões industriais até 2015. No Paraná a demanda até 2015 é por 477,5 mil profissionais capacitados, o que corresponde a 6,7% de todo o País.
Postar um comentário