terça-feira, 13 de março de 2012

Saúde e CAPS promovem simpósio

Encontro discute atendimento público às pessoas em sofrimento psíquico

A Secretaria Municipal de Saúde de Castro e o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) promovem nesta quinta-feira (15), no Teatro Bento Mossurunga, às 8 horas, o Simpósio “O papel dos serviços municipais no cuidado às pessoas em sofrimento psíquico”, reunindo profissionais da área de educação, cultura, esporte e saúde mental de Castro e região.
Na parte da manhã haverá mesa redonda com a participação de representantes de vários setores da administração municipal para discutir sobre a criação da rede de cuidados às pessoas em sofrimento psíquico.
O encontro contará com a participação do professor doutor Paulo Amarante, titular da Fundação Osvaldo Cruz, do Rio de Janeiro, que ministrará palestra no período da tarde com o tema “A saúde mental no município: a importância da dimensão transdisciplinar e intersetorial”.
Finalizando, haverá az “Pactuação do Comitê Municipal Intersetorial de Saúde Mental” para dar continuidade ao processo de implantação da rede.
A psicóloga do CAPS Lucimar Coneglian, explica que o evento é importante para a reflexão do lugar social da pessoa em sofrimento psíquico em nossa sociedade. “Antigamente essas pessoas eram atendidas e asiladas em hospitais psiquiátricos. Atualmente, não queremos que elas fiquem restritos aos serviços dos CAPS, mas possam usufruir de todos os equipamentos públicos e municipais disponíveis”.

Palestrante
Paulo Amarante é doutor em Saúde Pública e militante da causa da reforma psiquiátrica brasileira. Autor de 33 livros sobre o tema, ele defende que o futuro da reforma psiquiátrica não está apenas no sucesso terapêutico assistencial das novas tecnologias de cuidado ou dos novos serviços, mas na escolha da sociedade brasileira, da forma como vai lidar com os seus diferentes, com suas minorias, com os sujeitos em desvantagem social.

Postar um comentário