sábado, 5 de novembro de 2011

2ª Caminhada do Orgulho Louco faz sucesso em Castro

Evento contou com participantes de cidades da região
Fotógrafo  Bueno/ Divulgação Pref. Municipal de Castro

Fotógrafo  Bueno/ Divulgação Pref. Municipal de Castro

Cerca de 300 pessoas de Castro e cidades da região participaram nesta sexta-feira (4), da II Caminhada do Orgulho Louco promovida pelo Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS) de Castro. A Banda Muncipal de Piraí do Sul Pedro Lupion acompanhou o trajeto, juntamente com parte do seu corpo coreográfico. Portando faixas e cartazes, os participantes saíram da frente da sede do CAPS em direção à Prefeitura onde cantaram música e leram um texto que falava sobre o preconceito que ronda as pessoas com transtorno mental e o sofrimento pelo qual elas passam por serem, muitas vezes, desqualificadas pela sociedade. Ao final da leitura, pediram a “construção de um novo lugar social para o sofrimento mental, que permita a coexistência dos diferentes”.
Em seguida eles continuaram a caminhada pela Rua Doutor Jorge Xavier da Silva distribuindo marcadores de livros com mensagens, confeccionados pelos pacientes do CAPS.
A psicóloga do CAPS, Lucimar Coneglian, destacou que a participação superou as expectativas e a receptividade da comunidade nas ruas foi muito boa. “Mostramos o trabalho realizado no CAPS e levamos as pessoas à reflexão sobre qual é o espaço para os diferentes em nossa comunidade”.

Aceitação
O evento que surgiu em Santa Catarina tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a discriminação que sofrem as pessoas com transtorno mental. A Caminhada do Orgulho Louco quer romper com o estigma da loucura e reivindicar visibilidade e aceitação para as pessoas em sofrimento psíquico.
O prefeito Moacyr Elias Fadel Junior parabenizou a todos os participantes da caminhada e elogiou o trabalho realizado pelo CAPS em Castro. “Nossos profissionais tratam as pessoas com carinho e todos vocês que estão aqui participando merecem os nossos parabéns”.

Confira em breve fotos by Fabiana Guedes em
Postar um comentário