domingo, 26 de abril de 2009

Naipi e Tarobá na passarela do Miss Brasil

O amor proibido de Naipi e Tarobá, lenda do surgimento das cataratas do Iguaçu, inspirou a criação que desfilará na passarela do Miss Brasil oficial
Wall Barrionuevo e Karine Martins em visita ao atelier que está confeccionando o Traje Típico da Miss Paraná
Foto da Divulgação.

Karine Martins, representante do Estado no concurso nacional, esteve ontem em Maringá (24) para finalizar as ações rumo ao tradicional evento que eternizou, entre outras, Martha Rocha. A Miss Paraná embarca no próximo dia 29 para São Paulo e cumpre agenda até o dia 9 de maio, data que será escolhida a representante máxima da beleza feminina do país.
O concurso Miss Brasil oficial será transmitido ao vivo pela rede Bandeirantes de Televisão. A eleita ganha como prêmios: 200 mil reais em moeda corrente do país, um automóvel e toda a assessoria e estrutura necessária para concorrer em agosto deste ano ao título de Miss Universo.
O concurso Miss Brasil dá oportunidade para que cada Estado mostre um pouco da sua cultura no desfile de Traje Típico. Wall Barrionuevo, presidente do Miss Paraná, fez um estudo e se encantou com as lendas do Paraná e optou por uma que conta o surgimento das Cataratas do Iguaçu - um dos mais belos cartões postais do mundo.

O TRAJE da MISS PARANÁ: escolhido o tema a confecção do traje foi creditada ao estilista Dirceu D’Lazzari, da Vitral Atelier (Maringá).
Por mais bela que seja essa história e com milhares de opção de penas e cristais que o mercado oferece, D’Lazzari atendeu solicitação da organização do Miss Paraná e não utilizou na confecção do traje nenhum material proveniente de animal que tenha sido abatido para a finalidade de adornos, bem como produtos que de alguma forma tenha ocasionado danos ao ecossistema.
Para confeccionar o traje "Do amor proibido de Naipi e Tarobá surgiu as Cataratas do Iguaçu" estão sendo utilizados: madrepérola; plantas artificiais; pinturas artísticas inspiradas nas Cataratas, tecido laser, ráfia dourada, sementes e peças trançadas em capim da região.
A lenda
Os índios caingangues, que habitavam as margens do rio Iguaçu, acreditavam que o mundo era governado por um deus em forma de serpente e filho de Tupã. O cacique da tribo - Igobi, tinha uma filha, Naipi, tão bonita que os rios paravam quando a jovem índia se inclinava para ver refletida a sua imagem na água. Devido à sua beleza, Naipi seria consagrada ao tal deus Mboi, passando a viver somente para seu culto.
Havia, porém, entre os caingangues, um jovem guerreiro chamado Tarobá, que se apaixonou por Naipi. No dia da festa de consagração da jovem índia, enquanto o pajé e os caciques bebiam cauim - bebida feita de milho fermentado, e os guerreiros dançavam, Tarobá fugiu com a linda Naipi numa canoa que seguiu rio abaixo arrastada pela correnteza.
Ao saber da fuga de Naipi e Tarobá, Mboi ficou furioso. Penetrou as entranhas da terra, retorcendo o seu corpo e produzindo uma enorme fenda que formou enormes quedas de águas, hoje conhecida mundialmente como as Cataratas do Iguaçu.
Envolvidos pelas águas dessa imensa cachoeira, a canoa e os fugitivos caíram de uma grande altura desaparecendo para sempre.
Naipi foi transformada em uma das rochas centrais das Cataratas, perpetuamente fustigada pelas águas revoltas. Tarobá foi convertido em uma palmeira que está frondosa a beira de um abismo, inclinada sobre a garganta do rio. Debaixo dessa palmeira acha-se a entrada de uma gruta onde o monstro vingativo vigia eternamente as duas vítimas.

SERVIÇO:
Concurso Miss Brasil: 9 de maio – em São Paulo – Transmissão ao vivo pela BAND
Miss Brasil:
http://www.missbrasiloficial.com.br/
O concurso Miss Paraná foi realizado dia 14 de fevereiro em Maringá
Miss Paraná:
http://www.bmweventos.com.br/
BMW Eventos: 44. 3025 4545
Dirceu D’Lazzari – Vitral Atelier: 44. 3305 5074
Postar um comentário