quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Passeata Contra A Violência deve movimentar Castro no dia 14

Na próxima sexta-feira (14), a partir das 14 horas, acontece uma passeata Contra a Violência na cidade de Castro. A concentração será em frente à Prefeitura Municipal e seguirá pela rua Jorge Xavier da Silva até o semáforo, subindo para a praça João Gualberto. A passeata terá duração máxima de duas horas. Participarão do evento escolas municipais, estaduais e particulares, igrejas e comunidade em geral.
Já confirmada a presença da fanfarra do Colégio Estadual Major Vespasiano Carneiro de Mello, que acompanhará todo o percurso com marchas fúnebres.
A iniciativa é de um grupo de familiares e amigos da vítimas da violência destes últimos meses em Castro, que viu-se chocado com a violência que impera no Município contra as mulheres, idosos e crianças, culminada pelo assassinato bárbaro da menina Alessandra Subtil Betim.
À frente da maior parte da organização do evento, Rosângela Frias Mantovani, mãe de dois filhos e cidadã que se sente na obrigação de chamar a população para dar um basta. Ela não é ligada a nenhum órgão público, partido político ou igreja. Segundo Rosângela, não basta lamentar os últimos acontecimentos, é preciso fazer algo para que a cidade mude e volte a ser mais segura. "Poderia ter sido meu filho de 8 anos", diz Rosângela ao me explicar algumas das reivindicações: instalação imediata da Guarda Municipal e de uma Delegacia da Mulher em Castro; mais verba e recursos para o Conselho Tutelar e mais atenção e cuidado aos idosos.

Mais informações pelo fone (42) 9905-6713.
Aqui, meu abraço a Rosângela e todos aqueles da organização deste evento. É preciso gritar e exigir providências.
Aos amigos e leitores da cidade de Castro: juntem-se ao grupo na próxima sexta-feira, e façam das reivindicações deles as suas. Castro merece mais segurança e menos violência!
Postar um comentário