quinta-feira, 19 de junho de 2008

Sensualidade a toda prova

Joss Stone levanta o público curitibano - e eu também!

Charme e sensualidade marcaram a única apresentação da inglesinha de 21 anos, Joss Stone, em Curitiba. Seu show no belo e moderno Teatro Positivo, na noite de ontem, 18, assinado pela CWB Brasil e aberto pelo cantor Jair Oliveira, o Jairzinho, para um público que permaneceu quase todo o tempo em pé, foi mais do que empolgante. Numa simplicidade inigualável, Joss apareceu no palco às 21h30 com sua banda composta por 10 pessoas. Usava um vestido, nada mais. Seus pés descalços se intercalaram entre os sete tapetes persas e o piso gelado. Leve, solta, descompromissada e com uma voz que dispensa comentários ela mostrou seu casamento de corpo e alma com a boa música. Começou com os sucessos de seu novo álbum, em coro foi acompanhada nos dois hits “Super Duper Love” e “Right To Be Wrong”. Depois de cerca de 1h30 de show, o público pediu "Bis" durante longos minutos e a cantora retornou ao palco. Durante a "canja", ela cantou, dentre outras, o clássico reggae “No Woman, No Cry” enquanto esbanjava simpatia e distribuía rosas brancas e amarelas ao público. Entre os conselhos amorosos que compartilhou com os presentes, Joss recebia em troca a resposta empolgada, principalmente da ala masculina da platéia.
Mesmo eu, que não tenho intimidade com o repertório da inglesa, curti horrores. Só fiquei com medo de que ela pegasse um baita resfriado, porque estava friooooooo... E aí, o pessoal de Porto Alegre, que assistirá o fim da turnê brasileira, sairia perdendo...
VALEU!




Fotos de Paula Martins.
Postar um comentário